CJNET: Consultoria de SEO e criação de templates e layouts para sites e blogs

O exame de próstata corrompeu o aluguel e o leitinho das crianças

Venho acompanhando o Weshow desde o seu lançamento e acho que fui a única pessoa a não comentar sobre esse projeto na blogosfera até então. Porém a gota d’água foi ler o ponto de vista de um determinado blogueiro que se acha o rei da cocada preta e que a cada dia acumula desafetos por toda parte!

Mas até aí tudo bem, a maioria já espera mesmo críticas de baixo nível e de total irresponsabilidade desse suposto problogger. Entretanto, o que realmente me decepcionou foi ler o comentário infeliz que outro blogueiro conceituado publicou. – Ainda estou tentando acreditar que o objetivo deste tenha sido de puxar o saco dar continuidade sobre o que o quarentão acima disse, apenas isso.

Mas vamos entender melhor sobre tudo isso?! Não quero te deixar perdido em meio a tantas informações. Então vamos recapitular: o Fábio Seixas está sofrendo todas essas críticas por qual motivo mesmo, hein?! Ah, sim… Só por que decidiram contratar surfers para trabalhar no Weshow de uma determinada faixa etária, ao invés de liberar geral para que até um idoso de 100 anos – Ouvi o nome de Dercy Gonçalves aí?! – no alto de sua mocidade possa também enviar o seu currículo.

Estão dizendo por aí também que empresas Web 2.0 não podem ter escritórios e que o trabalho árduo deve ser feito exclusivamente de casa. – Are you kidding, huh! – Se me chamarem pra trabalhar no Google Inc. eu iria pra lá na hora! – Já viu como é o escritório da empresa?!

Voltando ao assunto principal… Concordo com o Fábio quando disse que esta faixa etária rende/trabalha mais e melhor. Também acho válido o comentário que o Janio fez sobre a pretensão salarial de jovens dessa idade ser menor, já que não tem família para sustentar e, por isso, empresas estão cada vez mais procurando pessoas deste nível para preencher suas lacunas, mas não vejo isso sendo o caso do Weshow.

Concluindo, acho que todas essas críticas sem fundamentos citadas acima ocorreram porque os quarentões estão vivendo dias ruins. Explico: segundo as más línguas, exames de toque retal foram marcados esta semana para dois blogueiros. – Dou um pirulito pra quem adivinhar quem são eles!

14 comentários

  1. Alexandre

    Publicado em 06/07/2007 às 16:14 [+]

    haha muito bom….Quem será? Um tem cara que gosta do negócio, estas pessoal mal amadas e com pouco senso de ridículo, costumam gostar desses exames..kk

    abraçao…

  2. j. noronha

    Publicado em 06/07/2007 às 16:17 [+]

    Concordo com o Fábio quando disse que esta faixa etária rende/trabalha mais e melhor.

    .
    Puxa saco.

    Considere-se desafiado para um duelo, escolha as armas 😀 .

  3. celsojunior

    Publicado em 06/07/2007 às 16:25 [+]

    Noronha,

    Não sou puxa-saco de ninguém. Pra você ter uma idéia, nunca conversei com o Fábio. Eu só não concordei com a atitude do “quarentão” e também me decepcionei com a sua conduta. Mas tudo isso faz parte.

    //Geralmente, quando participo de algum duelo, escolho palito de dente como arma, topa?! =P

  4. j. noronha

    Publicado em 06/07/2007 às 16:33 [+]

    Para falar a verdade, essa blogosfera andava precisando de uma boa polêmica, tava tudo muito calmo.

  5. Leonardo Pessoa

    Publicado em 06/07/2007 às 18:10 [+]

    Pff…
    Já não assino mais os feeds do auto-proclamado “problogger” aí não é atoa.

    E o que que ele tem com isso? É opinião do cara, ueh! Aposto que se a Microsoft fizesse alguma coisa do tipo ele não enxer o raio do saco. Eu chamo isso de falta do que publicar.

  6. Hener

    Publicado em 06/07/2007 às 20:09 [+]

    Já vi que isso aqui vai pegar fogo…

  7. beeanka

    Publicado em 06/07/2007 às 23:41 [+]

    Pessoal cria caso por nada.

    Falta do que ter para criticar.
    Falta “rebolado” para saber levar também.

    Acho péssimo esse hábito de criar picuinhas que estão adotando por aí.

  8. Rochester

    Publicado em 07/07/2007 às 03:07 [+]

    Discordo com a restrição de idade. Mas quanto ao local, realmente não me convençeu dizer que empresas Web 2.0 (? ?? Achei que já tinha morrido essa nemenclatura) não PODEM ter sede física. Pessoalmente render MUITO mais.

    🙂

  9. Hilder Santos

    Publicado em 07/07/2007 às 03:09 [+]

    Celso,

    Interessante o seu post, concordo contigo. Ah, se as coisas realmente fossem como todo mundo quer…

    Aí sim, viraria zona.

    Um abraço!

  10. Futilidade Pública » Novelas mexicanas na blogosfera são mais legais | Não é pessoal, não é de tecnologia, não é de _orra nenhuma.

    Publicado em 07/07/2007 às 06:54 [+]

    […] García Junior apoiou a atitude do colega colunista em um texto na sua coluna, no mesmo jornal, dizendo que os outros dois colunistas só poderiam estar de péssimo humor devido […]

  11. Wendell Raphael

    Publicado em 07/07/2007 às 14:05 [+]

    Rapaz…um dia você também vai passar por essa fase quarentona da vida. Aí sim, ficarás P%#% quando não for aceito num emprego, quando tiver que fazer o exame retal, ou entao, na melhor das hipóteses, criarem um topicozinho te ridicularizando.

    http://tradutorium.wordpress.com

  12. » Podcast Textual Interblogs Ljunior.com

    Publicado em 11/07/2007 às 10:21 [+]

    […] Fim da Varzea, sobre os critérios da seleção. Em seguida veio a resposta do Fábio Seixas e do Celso Junior, o que gerou nova resposta do Cardoso. O Bruno Alves entrou na conversa em prol do fim das […]

  13. Daniel Rizzo

    Publicado em 11/07/2007 às 14:01 [+]

    É estúpidez colocar este tipo de pré-conceito para contratar algo ou alguém!!!
    Se não querem empregados de uma determinada faixa etária, que não contrate ao ver o curriculum deles, mas desanimá-los a mandar seus curriculums é idiotice e das grandes, pior ainda é escutar outros que se dizem espertos apoiando a idéia….

  14. Ravenna

    Publicado em 14/07/2007 às 20:21 [+]

    Sobre esse tema tão bem proposto.
    Gostei mais dessa opinião aqui:
    http://mvmr.wordpress.com/2007/07/14/o-melhor-blogueiro-nao-e-o-que-ganha-mais-r-mas-aquele-que-age-com-responsabilidade-com-seus-leitores/