Meu Windows é o meu Linux

Para começar, esqueça por enquanto o título deste artigo. Eu só queria confundir a cabeça de quem está disposto a ler o que eu quero compartilhar. Bom, seria eu um frustrado em relação a Linux?! Confesso que eu sempre gostei do modo Linux de ser e de sua sensação de liberdade, mas definitivamente não consigo me adaptar ao [BP]sistema[/BP].

Conheço muita gente que não troca sua distro por nada, mas eu ainda prefiro usar o meu [BP]Windows[/BP], cheio de DRM’s do que usar uma distro Linux. Não por que eu não goste do Tux, talvez a resposta mais válida seja porque eu escolhí a pílula errada quando Morpheus me deu a opção de saber a verdade.

E antes que os amantes do Linux comecem a me xingar, fiquem sabendo que eu já instalei algumas distros em meu [BP]desktop[/BP] com o objetivo de aprender e, óbvio, de sair das garras da [BP]Microsoft[/BP]. Mas o meu tesão acabou depois da minha última experiência onde acabei perdendo arquivos vitais (de suma importância) do meu [BP]HD[/BP]. E por causa desta falta de familiaridade, infelizmente acabei aposentando algo que nem chegou a trabalhar para mim.

Enfim, meu Windows é o meu Linux! Com meu Windows eu faço absolutamente tudo o que preciso e é com ele que tenho a minha sensação de liberdade, seja ela “restrita” ou não, hoje vejo que preciso mais dele que do Linux, seja pelos meus trabalhos pessoais, assim como designer e também pela facilidade que eu sinto em estar em um ambiente onde eu tenha total controle do que estou fazendo.

35 comentários

  1. Beth Vieira

    Publicado em 05/01/2007 às 13:38 [+]

    Adoro qdo leio coisas que não entendo nada… risos. Me sinto uma estrangeira em uma terra estranha… risos. Pelo menos terminei o post menos ignorante. Beijão

  2. Lucas Rafagnin

    Publicado em 05/01/2007 às 13:46 [+]

    agora a distro tem culpa porque os usuários nao leram as instrucoes e as mensagens na tela… isso pode acontecer no windows tbm, eh soh tu mandar formatar a particao errada e babau…
    agora, culpar o linux pq tu naum fez backup dos arquivos tambem jah eh d+ nao?
    concordo com o ponto das tuas entre-linhas, que diz que o linux ainda naum eh um sistema pronto para desktop final, para usuarios leigos, muitas coisas ainda tem que evoluir, mas, se as pessoas nao partirem de 1 ponto nunka vao chegar ao final, ou acham que o windows 3.11 era facil de usar?

  3. celsojunior

    Publicado em 05/01/2007 às 13:54 [+]

    Lucas,

    Não culpei NENHUMA distro, o que eu quis dizer é que eu sou um frustrado em relação para com o Linux. Em momento algum chutei o balde, só quis mostrar o meu ponto de vista. O erro de ter perdido os arquivos foi totalmente meu, o que eu quis dizer é que esta foi a gota d’água para mim, entende?! Em relação à minha frustração. Apenas isso. E não contra o Linux em si.

  4. Leonardo Pessoa

    Publicado em 05/01/2007 às 14:47 [+]

    Também tento gostas do Linux mas não me sinto ‘em casa’ com ele.
    Ainda prefiro o Ruindow$

  5. Carlos

    Publicado em 05/01/2007 às 15:20 [+]

    Querido amigo… 300% de apoio!! meu windows tbem é meu linux! e olha q trabalho num lugar onde 80% das pessoas usam Linux e 100% dos servidores sao linux.

    Windows é o responsavel pela grande revolucao que houve com toda esta informatica!

    Imagina ensinar minha mae a usar o linux ha 5 anos! Isto seria impossivel!
    Windows na veia! 😛
    Window nas ideias!! hahaha

    Open the window(s) the truth is out there!

  6. Rafael Arcanjo

    Publicado em 05/01/2007 às 18:32 [+]

    Por causa de comentários como o do Lucas é que se perde simpatia pelo mundo linux.

    Bom, primeiro, Celso, quem lhe falou que você “tem que usar” linux ? Não é necessário.
    Você usa o SO que mais lhe satisfaz, seja ele Windows ou Linux.

    Faço qualquer tarefa minha nos dois, mas hoje (veja, HOJE) eu prefiro utilizar linux em servidores (90% dos casos) e windows para estações de trabalho (90% dos casos).

    Não dependo de plataforma, visto que muitas de minhas aplicações hoje estão online (email, leitor de feeds, site…)

    E veja, a tendência é esta viu… enquanto briga-se por plataforma, o google tá abocanhando um monte de usuários na miuda com seus serviços.

    Abração!

  7. Fábio Telles

    Publicado em 05/01/2007 às 19:25 [+]

    O que dizer… mudar é doloroso sempre. Lembro-me de quando mudei do meu Apple IIe para o primeiro PC… um grande trauma. Tudo diferente. Mudar para o Windows 3.11 também foi muito estranho. Mudar para o Windows 95, para o 2000… imagine o vista.

    Mudar para o Mac também deve ser estranho. Já houve casos bizarros de gente querendo instalar Windows XP num Mac… muito bizarro! Mudar para Linux, BSD, Unix, MSX ou o que for, nunca é simples. Sair da zona de conforto dá trabalho. Ralei um pouco para me acostumar com o Linux. Demorei um tempo para largar o dual boot!

    Agora… perder arquivos… ah… isso acontece com qualquer um. Backup é bom para QUALQUER nova instalação, né? Independente de qual Sistema Operacional você vai utilizar!

    Nenhum problema em usar o Windows, pagando as licenças de tudo o que você utiliza, e sabendo deixar o Windows minimamente seguro está tudo bem.

    De toda forma, eu gostei da sinceridade com a qual você escreveu, não foi arrogante, radical ou desrespeitoso. Todos tem a liberdade de fazer suas opções. Ou como diz o Abujanra: “Cada um tem o direito de estragar a sua vida do jeito que achar melhor”.

    []s

  8. Julix

    Publicado em 05/01/2007 às 22:03 [+]

    As vezes fico impressionado como certas pessoas não aceitam que tem gente que prefere o Windows ao invés do Linux.

    Pessoal temos que usar o que nos atende a todas as necessidades, ou pelo menos a maioria.

  9. Edu_Jack

    Publicado em 06/01/2007 às 01:20 [+]

    Bom, desses comments eu não poderia ficar de fora.

    Concordo 100% com o Celso, não por amizade e sim por experiências pessoais e de outras pessoas.

    O sistema operacional é como um software que utilizamos para fazer uma imagem, uma animação por exemplo.

    Em cada um, agente encontra a sua familiaridade, facilidade, macetes, etc.

    Eu por exemplo uso windows e linux, windows na parte de desenvolvimento web e alguns arranhos em webdesigner e o linux uso no trabalho, em scripts shell, aplicativos em php, testes e configuração em equipamentos de rede.

    E por ae vai, sempre alterno entre eles, ou até utilizando ao mesmo tempo, uso da forma que me satisfaz e que me favorece.

    Muita gente ainda vai demorar a entender isso, mas Sistema Operacional bom é aquele que resolve o seu problema, que traz rapidez e comodidade, seja qual for sua a finalidade.

    Abraços!!!

  10. alex jorge

    Publicado em 06/01/2007 às 02:49 [+]

    Celso, muito interessante seu ponto de vista quanto ao linux e windows. No mundo linux os usuarios vivem dizendo que linux é liberdade (Não sou contra linux, pelo contratio, sou um grande fã)… o conceito de liberdade é quando você se sente bem com algo não importanto nada alem disso, “A liberdade estar onde você se sente bem”. Gostaria de mais sobre esse assunto abordado por você. Abraços

  11. alex jorge

    Publicado em 06/01/2007 às 02:51 [+]

    Ops acabei colando o nome errado no comentario sem querer.

  12. Marcellino Junior

    Publicado em 06/01/2007 às 04:22 [+]

    Rafael Arcanjo levantou uma questão importante.

    Eu uso e escrevo artigos sobre Linux, mas essa idéia de usar Linux por obrigação ou contra Microsoft, enfim… é conversa fiada. Isso porque a tendência hoje é de aplicações online, não importa se você usa Windows, Linux, MacOS ou qualquer outro sistema operacional. Todos são compativeis com essas aplicações na Internet.

    Use aquele sistema que te faça sentir melhor, eu gosto de usar o Linux, mas “fulano” gosta do Windows, ótimo! continuaremos a trocas informações e arquivos através da Internet! A liberdade é isso, não no soft.. e sim na sua escolha de utilizar e fazer oq quiser!

    Um grande abraço, artigo bacana, ele é imcompleto.. mas faz o leitor debater o tema.

  13. Luis Brudna

    Publicado em 06/01/2007 às 08:20 [+]

    Eu tambem nao gostei do Linux. Tem que ler milhares de manuais e instrucoes antes de fazer qualquer coisa.
    Comandos, opcoes, drivers… muuuuuiito chato.
    Isso serve pra que gosta de ficar dias futricando num sistema.
    Mas pra quem quer instalar e usar, eh uma droga.
    Agora vao me dizer que tenho que escolher a distribuicao correta para cada caso… hiii.. viu… tem que ler mais trocentos guias pra saber quuuuuaaaal eh a versao mais adequada. Tsc.

  14. Marcos

    Publicado em 06/01/2007 às 10:50 [+]

    Essa galera tinha que ler mais, frequentar foruns, assinar listas de discução. Desta forma vcs iriam aprender a trabalhar com o linux e vão ver que além de útil, estável e todas as outras qualidades, ele é bem fácil de mexer. Perder coisas é por falta de conhecimento. Se sentir a vontade é questão de costume. Precisamos nos dedicar para evoluir. É por isso que muita gente usa windows em desktop, nas primeiras dificuldades já voltam a usar uma cópia pirada do windows e acham isso lindo. Achar a distribuição que mais lhe agrada tbm é fundamental. Eu por exemplo só passei a usar o linux definitivamente quando conheci a distribuição Kubuntu. Tenho licensa do windows xp mas prefiro usar o linux onde existe uma comunidade gigantesca buscando o aprimoramento dos softwares e saem versões novas e melhores em um período muito curto de tempo. A evolução é mais rápida quando se tem várias pessoas com vários pensamentos em várias partes do mundo trabalhando em prol de uma só coisa. Sou programador, trabalho com gráficos as vezes por hobbie e o linux me atende perfeitamente. Sem dúvida alguma, melhor que o windows. 😉
    Abraço!
    ps.: legal este site. Não conhecia.

  15. Edgar Gabaldi

    Publicado em 06/01/2007 às 11:23 [+]

    É como eu digo, sistema operacional bom é aquele que sabemos usar… 😉

  16. Joao Fulano

    Publicado em 06/01/2007 às 12:00 [+]

    Se existisse um carro desenvolvido na filosofia linux você teria que aprender engenharia mecânica, aerodinâmica, hidráulica, física quântica para customizar cada parâmetro milimetrico das engrenagem que compõem o sistema para tirar um bom proveito. O painel do carro teria uns 80 botões e ajustes diferentes, o teto do carro teria mais uns 100 botões que permitiriam ajustar cada uma das milhares de características técnicas que podem existir em um carro.

    Então logo depois de comprar este carro você teria que gastar muitas e muitas horas lendo manuais para configurar o carro da melhor forma para só depois ligar e andar com ele com segurança, mesmo assim existiria o risco de um parâmetro configurado errado gerar problemas.

    Você teria realmente total liberdade para mudar tudo, retirar e colocar tudo, configurar tudo, mas todos querem ter essa liberdade? Essa liberdade toda é produtiva, é construtiva para todos? As pessoas querem gastar o tempo delas usando o carro e não realizando mudanças, configurações finas em cada detalhe.

    Um carro com a filosofia Windows é o que temos hoje. É um equipamento complexo e cheio de características técnicas que se resume para o usuário final em um painel de controle com volante, cambio e alguns botões intuitivos. Você gastará seu tempo tirando proveito do carro. Se parar de funcionar você vai ali na esquina e manda o Seu Zé da oficina concertar, não esquenta a cabeça com isso.

    Para terminar. Eu trabalho com linux desde 1997 gerenciando servidores. Atualmente gerencio 8 servidores linux onde trabalho. Já tentei diversas vezes usar linux no meu computador pessoal e desisti. Não recomendo o uso de linux para usuário caseiro a menos que ache divertido gastar dias e dias da sua vida lendo manuais, participando de fóruns, listas de discussões para resolver problemas e encontrar soluções.

  17. O’Marin

    Publicado em 06/01/2007 às 12:38 [+]

    É a mesma coisa comigo, apesar de ter conseguido deixar o Ubuntu configurado com quase todas as funcionalidades que preciso, não me acostumo, não me agrada usar o Linux como desktop, então continuo no Windows.

    E essa é a liberdade que quero, a de escolha, não importa pra mim se o código fonte é aberto, eu não quero modifica-lo quero que ele faça o que preciso da maneira que mais me agrada.

  18. zeh

    Publicado em 06/01/2007 às 14:31 [+]

    Cara acho que sou igual a você, também não consigo me acostumar com o Linux, eu instalo ele tento fazer algumas coisas mas não consigo =(… E também pra mim que trabalho com Web testar os meus sites no Ié é fundamental…

  19. semente

    Publicado em 06/01/2007 às 15:09 [+]

    Olá!

    O que recomendo a todas as pessoas que querem migrar para GNU/Linux é:

    * estude sobre como instalar programas na distribuição;
    * estude os conceitos básicos de UNIX e GNU/Linux, estrutura de diretórios e etc;
    * utilize por no mínimo 3 meses Debian ou Ubuntu.

    Muitas pessoas que fizeram isso não larga o GNU/Linux por nada. Obviamente que depende do perfil e tempo de cada pessoa.

    Bom, boa sorte! Eu não consigo/gosto de usar nada distante de UNIX.

  20. Marcellino Junior

    Publicado em 06/01/2007 às 16:02 [+]

    João Fulano,

    E se o carro fosse produzido pela Microsoft?

    1- Em um acidente, o sistema de air bag perguntaria: “Você tem certeza
    que quer usar o air bag?

    2- No meio de uma descida pronunciada, quando você ligasse
    o ar-condicionado, o rádio e as luzes ao mesmo tempo, ao pisar no
    freio apareceria uma mensagem do tipo”Este carro realizou uma operação
    ilegal e será desligado !

    3- Ocasionalmente, dirigindo a 100 km/h, seu carro morreria
    na auto-estrada sem nenhuma razão aparente, e você teria apenas que
    aceitar isso, sem compreender o porquê! Depois, deveria religá-lo
    (desligando o carro, tirando a chave do contato, fechando o vidro, saindo
    do carro, fechando e trancando a porta, abrindo e entrando novamente.. Em
    seguida, sentar-se no banco, abrir o vidro, colocar a chave no contato e
    ligar novamente. Depois, bastaria ir em frente.

    LOL, Poderia passar um dia inteiro fazendo piada do Windows.

  21. Thiago Rodrigues

    Publicado em 06/01/2007 às 23:23 [+]

    4) Toda vez que eles repintassem as linhas das
    estradas você teria que comprar um carro novo.

    5) Ocasionalmente, a execução de uma manobra à
    esquerda, poderia fazer com que seu carro parasse e falhasse. Você teria então que reinstalar o motor!

    6) Os novos assentos obrigariam a todos terem o mesmo
    tamanho “default” de bumbum.

    10) A cada novo lançamento de carro, você teria que
    reaprender a dirigir, voltar à auto-escola e tirar uma nova carteira de motorista.

    11) Para DESLIGAR seu carro, você teria que apertar o botão “Iniciar”(????)

  22. Eve

    Publicado em 07/01/2007 às 01:28 [+]

    Cada um tem um gosto. Blog serve pra isso. Não adianta dar morango pra quem gosta de jiló. XD

  23. Thiago Rodrigues

    Publicado em 07/01/2007 às 19:32 [+]

    Aprender a usar Linux é questão de costume. Windows é praticamente sinônimo de Sistema Operacional para a maioria das pessoas, pois somos acostumados a ele. Como O’Marin disse, ele conseguiu deixar o ubuntu configurado com quase todas as funcionalidades que precisa.. Então por que não continuou usando?? Porque mudar é difícil….
    Existem distribuições Linux realmente “difíceis”, como o slackware, no qual você tem que lidar com os arquivos de configuração manualmente. Outras, como o Ubuntu, Kurumin, Mandriva, São voltadas para o usuário final, tão fáceis de usar quanto o Windows.

  24. Daniel

    Publicado em 09/01/2007 às 22:28 [+]

    TOTALMENTE LINUX!

    Quem usa Win e o acha bom tem de fazer uma análise.

    É questão de costume,e concordo com as piadas de windows =D

    Ontem mesmo,DO NADA,ele fez uma contagem regressiva e fechuu meu pc DO NADA,quem não estivesse no Pc na hora da mensagem perderia tucdo com certeza.

    Infelizmente ainda uso Ruindows ¬¬

  25. //celsojunior.net – Procurando por projetos e sonhos… » Blog Archive » Meu Windows é o meu Linux – Parte 2

    Publicado em 11/01/2007 às 19:46 [+]

    […] Lendo os comentários do primeiro artigo, acho que muitos de vocês não me entenderam, ou talvez eu não transmití o que eu realmente queria e, antes de qualquer coisa, eu não culpei nenhuma distribuição Linux do fato de eu ter perdido arquivos vitais, como foi exposto pelo Lucas Rafagnin e pelo Marcos. O que eu quis dizer é que eu me sinto frustrado em relação para com o Linux. […]

  26. Popoca

    Publicado em 08/03/2007 às 08:43 [+]

    Alguem aí conhece o kurumin? Senao, passem no http://www.guiadohardware.net, so para conhecer e vejam como está o linux para o usuario domestico. Vejam o artigo sobre a versao 7. So deve kevar uns 5 minutos.

  27. Christian

    Publicado em 08/03/2007 às 20:13 [+]

    Eu uso windows e já tentei usar linux várias vezes. Baixei as diferentes versões do SO, mas o grande problema pra mim do linux é não poder jogar todos os jogos que posso jogar no windows. Nesse ponto o linux é totalmente limitado. Seria igual ao Wii e o PS3, de que adianta uma máquina poderosa se toda a diversão que eu quero simplesmente não existe. Me divirto muito mais no Wiindows (rssss).

  28. Windows, Linux, MacOS? Pouco importa | O mundo gira . com

    Publicado em 31/03/2007 às 22:00 [+]

    […] Aconselho ler no blog do Celso Júnior o post Meu Windows é o meu Linux. […]

  29. Neto

    Publicado em 16/05/2007 às 17:51 [+]

    Amigo,

    Tinha um diretório que eu criei no meu Windows e lá fui colocando fotos, planilhas, etc… Um certo dia ao ligar a máquina deu uns paus ao entrar no Windows e só consegui ligá-la através do CD do windows. Onde este pergunta se quer apenas recuperar e arrumar os erros gerados. Belez….
    Fiz o procedimento e ele reinstalou o Windows. Só que agora não consigo mais achar o meu diretório. Conversei com um amigo e este me disse que através do Linux talvés conseguiria recuperar este arquivo por completo.

    E ai meu amigo, vc tem alguma solução para mim???

    Abraços,

    Neto.

  30. Marcos Antonio

    Publicado em 12/06/2007 às 15:37 [+]

    Concordo com a opinião do nosso amigo Celso Junior. De fato o Linux tem um problema muito sério nas tarefas de instalação de novos programas e dispositivos. É problemas de dependências, programas e driveres que não se consegue compilar, dificuldades de configuração. Em fim. É uma lacuna que só será solucionada ao longo do tempo. Mas, a coisa já foi pior e melhorou muito. Como exemplo disso, foi o recurso Hot-plug. Aquele que permite o usuário plugar qualquer dispositivo na usb e automaticamente é reconhecido, e este ainda está continuamente evoluindo. No mundo do usuário final, o Windows ainda é bem mais “fácil” que o Linux. Digo “fácil” por quê a medida que o sistema fica mais robusto, o mesmo fica mais complexo. Se alguém for curioso o suficiente, perceberá que apartir do Windows NT, muitas características deste se assemelham com o mundo UNIX. Porém, eu também entendo que sendo a MS o único a desenvolver o sistema e a definir todos os padrões para desenvolvimento deste, torna-se simples a implementação de recursos para facilidades ao usuário. Agora, o que de fato eu acho é que discutir este assunto é como discutir o sexo dos anjos. Eu utilizo o Linux plenamente em casa e não troco ele por nada. Tem coisas que sé consigo fazer com o Linux. Mas, também utilizo os sistemas da MS e vejo que ambos pussuem as suas vantagens e o que é bom mesmo é que os dois possam co-existirem sem traumas e cada um com seus beneficios. E isso já acontece.

  31. Linux versus Windows: guerra de gigantes… – celsojunior.net

    Publicado em 01/07/2007 às 08:00 [+]

    […] dos primeiros artigos de impacto que este humilde blog publicou foi meu Windows é o meu Linux. Foram muitos comentários relativamente construtivos e pouquíssimos ataques de fanboys. Graças a […]

  32. Ruslan

    Publicado em 11/08/2007 às 09:23 [+]

    HA!! AS MINORIAS… PQ OS CIOS NÃO OPTAM PELO PINGUIM?

    PQ , JÁ Q TEM TODAS AS VANTAGENS ACIMA, AS EMPRESAS NÃO APOSTAM ( JA FAZ 10 ANOS Q ESCUTO A VIRADA DO PINGUIM E ), PQ SE ” VENDEU” 60 MILHOES DE COPIAS DO VISTA, Q PEDE UMA MAQUINA PARRUDA?

    PARA DE SONHAR, DEIXA DISSO QM MANDA É O MERCADO.

  33. nome

    Publicado em 11/09/2007 às 16:27 [+]

    Celso Junior,
    o fato de você ter citado que perdeu arquivos quando usava o linux, já mostra que você tem a intenção de culpá-lo indiretamente com algo do tipo: “não chegue perto. Se você não se cuidar, pode se machucar”, e a coisa não é bem assim. Já que a culpa foi inteiramente sua, não precisava citar o acontecido. A não ser que queira se lamentar pelo próprio erro, mas nesse caso não precisa meter nenhum sistema operacional no meio, não é mesmo?

    Joao Fulano Says:
    “Se existisse um carro desenvolvido na filosofia linux você teria que aprender engenharia mecânica, aerodinâmica, hidráulica, física quântica para customizar cada parâmetro milimetrico das engrenagem que compõem o sistema para tirar um bom proveito.”

    Joao Fulano,
    Você tem certeza que trabalha com linux desde 1997 ?
    Desculpe, mas essa sua analogia com carros é um grande engano. Você pode realmente ir a fundo e parametrizar cada detalhe, assim como pode usar uma espécie de fachada… uma interface de mais alto nível, mais fácil de usar, porém menos poderosa. Você escolhe.
    Me admira muito o fato de alguém que gerencia servidores linux há tanto tempo não conseguir usar linux em casa. Acho que ninguém acreditaria nisso.

  34. Sidney

    Publicado em 05/11/2007 às 17:48 [+]

    Mais sem sombra de duvida o windows é melhor que o linux, tudo muito facil de fazer, ha milhoes de opções de programas, tudo é compativel, a unica vantagem do linux e de ser gatuito…pra quem acha q o linux é melhor responda o que o linux faz q o windows não faz e melhor, agora se for ver o que o windows faz q não tem no linux vai um dia enteiro falando, reforçando o que eu disse o linux só ganha no requisito dinheiro

  35. Steve

    Publicado em 09/06/2008 às 02:35 [+]

    So quatro palavras:

    Mac Os X Leopard