Melhor plugin para posts relacionados com base em tags

Desde que o mundo é redondo, disponibilizar os artigos ou posts relacionados dentro do seu conteúdo é mais que obrigatorio não apenas para facilitar a vida do visitante, mostrando-lhe mais opções a serem lidas, mas também para o SEO, propriamente dito. Explico: os links internos ajudam os robots dos mecanimos de busca a indexar melhor suas páginas.

Para isso, existem dezenas de plugins para WordPress que prometem a criação e distribuição dos artigos relacionados, porém, a grande maioria deles são baseados nas categorias que, por sua vez, acabam sobrecarregando o consumo de CPU devido às chamadas (queries) pro banco de dados realizadas simultaneamente. Logo, se seu blog tiver um pouco mais de tráfego que o normal, não vai demorar muito para ele começar a ficar cada vez mais lento que o habitual e até a ficar offline de vez em quando, etc, etc etc.

Mas como resolver este problema?! Bom, a melhor maneira de ter os posts relacionados funcionando perfeitamente sem interferir no consumo de CPU é usando um plugin para WordPress baseados nas tags dos posts. O Simple Tags é um plugin com base em tags, mas caso seja de seu interesse ter um plugin ainda mais simples, mas rápido e mais enxuto que o Simple Tags, recomendo o uso do código (script) abaixo que é totalmente baseado em tags:

<?php
 $tags = wp_get_post_tags($post->ID);
 if ($tags) {
 echo '<h3>Artigos relacionados</h3>';
$first_tag = $tags[0]->term_id;
 $args=array(
 ‘tag__in’ => array($first_tag),
 ‘post__not_in’ => array($post->ID),
 ‘showposts’=>10,
 ‘caller_get_posts’=>1
 );
 $my_query = new WP_Query($args);
 if( $my_query->have_posts() ) {
 while ($my_query->have_posts()) : $my_query->the_post(); ?>
<ul>
 <li><a href=”<?php the_permalink() ?>” rel=”bookmark”
 title=”Permanent Link to <?php the_title_attribute(); ?>”>
 <?php the_title(); ?></a></li>
 </ul>
<?php endwhile; } else {
echo(“<p>Nenhum artigo relacionado.</p>”);
} } ?>

Para ativá-lo, você precisar ter acesso e permissão para editar os arquivos que estão dentro da pasta do seu tema. Em seguida é preciso abrir/editar o arquivo single.php e colar o código imediatamente abaixo do wp_content. Pronto, agora é só aproveitar!

•••